Dicas para aumentar a privacidade no Facebook

O Facebook está passando por momentos conflituosos, por fornecer dados pessoais de milhões de pessoas a empresa Cambridge Analytica, influenciando eleitores na campanha de Trump, nos Estados Unidos. Veja algumas dicas para melhorar a sua segurança na plataforma.

Recentemente, a maior rede social do mundo, o Facebook, tem gerado escândalos, o que tem feito muitos usuários repensarem no seu comportamento na rede social e criar uma campanha chamada #deletefacebook.

Com a possibilidade de se conectar com qualquer pessoa do mundo que tenha um perfil na rede social, sendo necessário fornecer seus dados pessoais a rede, os marqueteiros de determinadas empresas têm utilizado está fonte para influenciar os resultados das eleições presidenciais, o fato já ocorreu nos Estados Unidos e Inglaterra. Sendo que o próximo país alvo seria o Brasil, com eleições que acontecem em outubro deste ano.

180326_a

A rede social Facebook influencia o nosso mundo, sem o nosso consentimento. Quanto mais nos postamos no nosso Facebook mais completo fica nosso perfil, nossas informações passam a ser cruzadas com a nossa vida real, como a cidade em que moramos, nossas compras com cartões de crédito, onde passamos as férias, tudo para auxiliar os anunciantes. Contudo, está ferramenta do Facebook tem sido utilizada para influenciar a opinião pública, como no caso do Brexit, a bem-sucedida campanha para tirar o Reino Unido da União Europeia, em 2016.

Dicas para se proteger na rede social Facebook

Depois de todos esses problemas, veja algumas formas de ajudar a melhorar a privacidade de sua conta no Facebook.

Dica 1 – Navegador no modo anônimo
Uma das maneiras mais fáceis é utilizar o navegador no modo anônimo, facilmente acionado e garante alguma privacidade, clique nos três pontinhos situados no canto superior direito da página e clique na opção “Nova janela anônima”.

180326_b

Dica 2 – Privacidade
Você pode selecionar o seu público, optando por quem pode ver suas publicações, analisar publicações e itens em que foi marcado, limitar acesso de público, estabelecer quem pode lhe enviar solicitações de amizade, visualizar a sua lista de amigos, encontrar você pelo número de telefone ou e-mail, e muito mais, para isso, acesse “Configurações”, depois “Privacidade”.

180326_c

Dica 3 – Ler os Termos de Uso e as Políticas de Privacidade
Para ter a certeza sobre com o que e com quem você está lidando e informando os seus dados, leia os termos de uso e as politícas de privacidade, não saia concordando e aceitando, sem ler.

180326_d

180326_e

Dica 4 – Análise de Marcações
É possível ativar a opção de marcações em fotos, assim como autorizar o que pode aparecer na sua linha do tempo, através do Menu.

180326_f

Dica 5 – Configurações de Segurança
Como forma de precaução, ative os alertas de login para ser avisado, através de SMS ou notificação, caso alguém entre na sua conta. Em “Configurações”, vá até “Segurança e Login” e na opção “Receba alertas sobre logins não reconhecidos”. Além disso, confira as demais opções de segurança oferecidas pela rede social.

180326_g

Dica 6 – Aplicativos que têm acesso ao Facebook e aos seus dados
Acesse as configurações, depois clique em “Aplicativos” e confira quais apps estão tendo acesso à sua lista de amigos e qualquer informação que você tenha escolhido tornar pública. Para excluí-los basta clicar no “x” ao lado do app, e a seguinte mensagem aparecerá:

180326_h

Dica 7 – Não faça propaganda para as marcas as quais curtiu
Ao curtir alguma página, a informação pode ser compartilhada para fins publicitários. Como exemplo, você curtiu a página de uma marca que gosta muito, algum tempo depois, essa mesma marca opta por fazer uma ação no Facebook, neste momento, a companhia pode utilizar o seu “Curtiu”, para incentivar os seus amigos da rede social a curtirem a mesma página.

Estas são algumas dicas para que o usuário possa controlar a sua vida na rede social, embora algumas coisas não possam ser modificadas, como a permissão que deu acesso aos dados de milhões de usuários da rede social, os quais foram utilizados estrategicamente para influenciar em decisões importantes, como em eleições presidenciais.

Fonte: Oficina da Net

^