Empresa britânica lança satélites para proporcionar internet para todo o globo

De acordo com Greg Wyler, presidente executivo da OneWeb, a empresa pretende lançar quase 2 mil satélites, mas diz que 600 deles serão suficientes nesta primeira fase do projeto.

A internet é essencial nos dias atuais, porém, nem todos os locais do planeta dispõem do atrativo. Agora, um projeto bilionário poderá mudar tal situação, já que pretende disponibilizar internet em todos os cantos do globo.

A OneWeb lançou seis de seus primeiros satélites ao espaço na quarta-feira (27). O material foi lançado a bordo de um foguete russo Soyuz sendo que a tarefa principal é garantir as frequências necessárias para viabilizar a transmissão de dados em alta velocidade de conexão.

De acordo com Greg Wyler, presidente executivo da OneWeb, a empresa pretende lançar quase 2 mil satélites, mas diz que 600 deles serão suficientes nesta primeira fase do projeto. O projeto conta com vários investidores, incluindo o Virgin Group, SoftBank, Airbus, Qualcomm e Coca-Cola.

A OneWeb possui contratos assinados com a Roscosmos e a Arianespace para 21 lançamentos comerciais de 672 satélites usando os foguetes Soyuz, com quase US$ 1 bilhão envolvidos.

O CEO da OneWeb, Adrian Steckel, disse que o projeto prevê a cobertura de internet para escolas e governos em locais que estão mais isolados, em áreas remotas, onde a fibra possui alto valor ou mesmo que não seja viável.

Agora, após o lançamento, a empresa pretende enviar os demais satélites em lotes de 36 unidades através dos foguetes Soyuz.

 

Fonte: The Verge

Um sonho! WhatsApp pedirá sua permissão antes de adicionarem você em grupos…

undefined

Uma das funções mais pedidas por usuários do WhatsApp há anos finalmente começará a ser implementada pelo aplicativo. Segundo o WABetaInfo, que costuma antecipar informações do serviço com alta quantidade de acertos, o mensageiro passará a testar um recurso que impede que você seja adicionado em grupos sem sua permissão.

A funcionalidade é, para muita gente, um sonho virando realidade. Sabe aquele monte de grupos em que você é adicionado sem que quisesse estar ali? Isso finalmente vai acabar.

Na atualização, o WhatsApp deixará que o usuário gerencie como quer lidar com convites a grupos dentro dos ajustes. O caminho a ser seguido no iPhone, onde o recurso será testado primeiro antes do Android, será este: Ajustes – Conta – Privacidade – Grupos.

Após abrir a aba dos grupos, você terá uma gama de opções de privacidade para escolher quem pode te adicionar em grupos: “todos”, “meus contatos” e “ninguém”.

Ao selecionar “todos”, qualquer um poderá adicionar você em um grupo sem a sua autorização. Para “meus contatos”, isso só valerá para pessoas que você tem o número salvo no celular. Já a opção “ninguém” fará com que você não seja adicionado em nenhum grupo sem permissão.

De acordo com o WhatsApp, o usuário que escolher por restringir convites receberá um pedido para entrar em um grupo por um administrador. Nesses casos, será criado um chat novo em que será perguntado se você quer participar do grupo com as opções “aceitar” e “rejeitar”.

Esse pedido será válido por 72 horas dentro do aplicativo e você não poderá receber mais de dois convites de um mesmo grupo.

A funcionalidade ainda não está disponível por seguir em desenvolvimento, mas em breve estará presente tanto no iOS quanto no Android. Agora é só torcer para esse processo ser rápido.

Fonte: UOL Tecnologia

O que são os cookies do navegador?

Embora o nome possa fazer você se lembrar de um famoso doce, tipo um biscoito, saiba que os cookies de navegação nada tem a ver com as guloseimas. Entenda o conceito, a função e saiba como gerenciá-los em seu navegador.

Cookies são arquivos de texto muito pequenos, colocados no seu computador por um servidor da Web, quando você visualiza alguns sites on-line (nem todos os sites criam cookies). Eles são usados ​​para armazenar dados sobre você e suas preferências, de modo que um servidor da Web não precise solicitar repetidamente essas informações, o que pode melhorar o tempo de download.

Os cookies são comumente usados ​​para armazenar dados de registro pessoal, como seu nome, endereço, conteúdo de um carrinho de compras, layout preferencial de uma página da Web, e assim por diante. Os cookies facilitam que os servidores da Web personalizem as informações, para atender às suas necessidades e preferências específicas quando você acessa um site.

Por que eles são chamados de cookies?

Existem diferentes explicações do motivo pelo qual os cookies se chamam “cookies”. Algumas pessoas acreditam que os cookies receberam o nome de “cookies mágicos”, que fazem parte do UNIX, um sistema operacional. Muitas pessoas acreditam que o nome se origina da história de Hansel e Gretel, que foram capazes de marcar sua trilha através de uma floresta escura soltando migalhas de biscoito atrás deles.

undefined

Os cookies do navegador são perigosos?

A resposta mais fácil é que os cookies, por si só, são completamente inofensivos. No entanto, alguns sites e mecanismos de pesquisa os utilizam para rastrear a navegação dos usuários na Web, coletando informações altamente pessoais e transferindo sub-repticiamente essas informações para outros sites sem permissão ou aviso. É por isso que ouvimos falar freqüentemente sobre cookies nas notícias.

Os cookies podem ser usados ​​para espionagem?

Os Cookies são arquivos de texto simples, que não podem executar programas ou tarefas. Eles também não podem ser usados ​​para visualizar dados no disco rígido, ou capturar outras informações do seu computador.

Além disso, os cookies só podem ser acessados ​​pelo servidor que os iniciou. Isso torna impossível para um servidor bisbilhotar em cookies configurados por outros servidores, capturando partes sensíveis de suas informações pessoais.

undefined

O que torna os cookies controversos?

Embora os cookies só possam ser recuperados pelo servidor que os definiu, muitas empresas de publicidade on-line anexam cookies que contêm um ID de usuário exclusivo, para anúncios em banner. Muitas das principais empresas de anúncios on-line veiculam anúncios em milhares de websites diferentes, para que também possam recuperar seus cookies de todos esses sites. Embora o site que veicula o anúncio não possa acompanhar seu progresso pela Web, a empresa que veicula os anúncios pode.

Isso pode soar de forma preocupante, mas rastrear seu progresso on-line não é necessariamente uma coisa tão ruim. Quando o rastreamento é usado em um site, os dados podem ajudar os proprietários de sites a ajustar seus projetos e aprimorar áreas populares para uma experiência de usuário mais satisfatória.

Os dados de rastreamento também podem ser usados ​​para fornecer aos usuários e proprietários de sites informações mais segmentadas. Também podem fazer recomendações sobre compras, conteúdo ou serviços aos usuários, um recurso que muitos usuários apreciam. Por exemplo, um dos recursos de varejo mais populares da Amazon.com são as recomendações direcionadas para novas mercadorias, com base na sua visualização e histórico de compras.

Devo desativar os Cookies no meu navegador?

Esta é uma pergunta que tem respostas diferentes, dependendo de como você deseja usar a web. Se você acessar sites que personalizam a sua experiência de forma extensiva, não poderá ver muito disso se desativar os cookies, ou pela primeira vez que visitar a página depois de excluir os cookies.

Muitos sites usam esses arquivos de texto simples para tornar sua sessão de navegação na Web o mais personalizada e eficiente possível. Simplesmente porque é uma experiência muito melhor para o usuário não ter que continuar inserindo as mesmas informações toda vez acessa uma página. Se você desabilitar os cookies no seu navegador, não terá o benefício do tempo economizado por esses cookies, nem terá uma experiência completamente personalizada.

Mas é possível implementar uma parada parcial em cookies da Web, configurando navegadores da Web em um nível de alta sensibilidade, fornecendo um aviso sempre que um cookie estiver prestes a ser definido, e permitindo que você aceite ou rejeite os cookies. No entanto, como muitos sites usam cookies nos dias de hoje, uma proibição parcial provavelmente forçará você a gastar mais tempo aceitando ou rejeitando cookies.

A conclusão é a seguinte: Os cookies não causam danos ao seu computador ou à sua experiência de navegação na Web. Só há algum prejuízo quando os anunciantes não são tão éticos quanto deveriam ser com os dados armazenados em seus cookies. Ainda assim, suas informações pessoais e financeiras estarão completamente seguras, e os cookies não são um risco de segurança.

A história dos cookies

Os Cookies foram originalmente projetados para facilitar a vida dos usuários na Web. Sites populares como Amazon, Google e Facebook, os utilizam para entregar páginas pessoais altamente personalizadas, que fornecem conteúdo direcionado aos usuários.

Infelizmente, alguns sites e anunciantes da Internet usam os cookies de forma anti-ética. Eles podem e coletam informações pessoais confidenciais, que podem ser utilizadas para criar anúncios invasivos em relação à segmentação.

Os cookies oferecem alguns benefícios muito úteis, que tornam a navegação na Web muito melhor. Por outro lado, você pode estar preocupado que sua privacidade tenha o potencial de ser violada. No entanto, isso não é algo que os usuários da Web devem necessariamente se preocupar. Os cookies são absolutamente inofensivos.

Como gerenciar os cookies?

Internet Explorer

Menu > Ferramentas > Opções da Internet > Privacidade > Configurações. Quando terminar de fazer as alterações, clique em “OK”.

Google Chrome

Menu > Configurações > Mostrar configurações avançadas > Privacidade > Configurações de conteúdo > Ativar ou desativar cookies.

Firefox

Menu > Opções > Privacidade > O Firefox deve > Usar minhas configurações > Sites podem definir cookies. Clique em OK para encerrar.

Fonte: Oficina da Net

Google lança nova versão do Chromecast no Brasil

2019_02_08

O novo Chromecast pode ser conectado a televisores através da entrada HDMI para poder transmitir conteúdos que estejam sendo reproduzidos em smartphones, laptops e tablets.

O Google revelou a chegada de um novo Chromecast ao Brasil, que como novidade chega com capacidade de processamento 15% maior em relação ao seu antecessor. O aparelho pode ser conectado a televisores através da entrada HDMI para poder transmitir conteúdos que estejam sendo reproduzidos em smartphones, laptops e tablets.

O novo modelo pode permitir a exibição de vídeos com resolução Full HD (1920 X 1080 pixels) em taxa de quadros de 60fps. O aplicativo de vídeos é uma das principais funções do Chromecast, que também pode exibir Netflix e Google Play Store, entre outros programas e jogos.

“Você pode selecionar suas próprias fotos para usar no plano de fundo da TV com o Modo de ambiente do Chromecast. No app Google Home, toque no ícone do seu Chromecast. Selecione Configurações do dispositivo e role para baixo até o modo de ambiente. Toque nele e você poderá percorrer as opções que permitem adicionar fotos do Google ou de suas próprias imagens no Google Fotos, no Facebook e no Flickr. Você também pode adicionar o tempo e a hora para a exibição”, diz a empresa.

A nova versão do Chromecast está sendo comercializada nas principais lojas físicas de varejo do Brasil, como Lojas Americanas, Magazine Luiza, Fast Shop, Kalunga, Bemol e Havan, e ainda em lojas online. O valor sugerido do produto é de R$ 349.

Especificações do Chromecast:

Dimensões: 55mm (L) x 52mm (A)
Cor: Cinza-escuro
Resolução: Até 1080p e 60 fps
Rede sem fio: Wi-fi 802.11 ac (2.4/5 GHz)
Fonte de alimentação: 5V e 1A
Portas e conectores: HDMI. Micro-USB
Sistemas operacionais compatíveis: Android. iOS. Mac. Windows
Fonte: Mundoconectado

Facebook Messenger recebe novo recurso

2019_02_07

O Facebook disse que o novo recurso estará disponível ainda nesta semana para as versões mais recentes do Messenger para iOS e Android.

O Facebook disponibilizou um novo recurso que permite excluir mensagens de uma conversa através do Messenger após serem enviadas. A novidade vai de acordo com vazamentos anteriores. Assim, caso uma mensagem seja enviada de modo errado ou mesmo surja algum arrependimento, será possível removê-la do Messenger.

Para isso, é necessário apenas tocar na mensagem que deseja excluir em até 10 minutos após o envio. No caso, duas opções irão aparecer: Remover para Todos e Remover para você. Ao selecionar Remover para Todos a mensagem será excluída e aparecerá um aviso de que a mensagem foi removida.

Vale mencionar que no ano passado foi descoberto que Mark Zuckerberg tinha o poder de excluir mensagens. Ao ser questionado, o executivo disse que as mensagens expiraram ao longo do tempo.

Após a descoberta, nada satisfeitos, os usuários acabaram acusando o Facebook de fornecer tratamento preferencial para o alto escalão. O Facebook, por sua vez, garantiu que também passaria disponibilizar o recurso ao longo dos meses para todos os usuários.

Ao The Verge, o Facebook disse que o novo recurso estará disponível ainda nesta semana para as versões mais recentes do Messenger para iOS e Android.

A companhia menciona ainda que a nova capacidade é baseada no poder de Zuckerberg, porém sofreu “algumas melhorias para fornecer uma funcionalidade mais ampla para as pessoas que usam o Messenger”.

Fonte: The Verge

Dicas para aumentar a privacidade no Facebook

O Facebook está passando por momentos conflituosos, por fornecer dados pessoais de milhões de pessoas a empresa Cambridge Analytica, influenciando eleitores na campanha de Trump, nos Estados Unidos. Veja algumas dicas para melhorar a sua segurança na plataforma.

Recentemente, a maior rede social do mundo, o Facebook, tem gerado escândalos, o que tem feito muitos usuários repensarem no seu comportamento na rede social e criar uma campanha chamada #deletefacebook. Leia Mais >

Oito tecnologias que estarão mais presentes no seu cotidiano até 2020

A Totvs Lab, Laboratório de Pesquisas e Inovação da Totvs no Vale do Silício, fez a sua aposta referente as tecnologias que passarão a fazer parte das nossas vidas de forma mais efetiva nos próximos quatro anos

Se pararmos para pensar em quanta coisa é possível realizar hoje em dia graças a tecnologia, percebemos o quanto este meio vem modificando o nosso cotidiano. Compras pela internet, dispositivos inteligentes, carros autônomos, casas conectadas com celulares, chips implantados no corpo… tudo isto há algum tempo só era possível em filmes de ficção científica, mas agora já se tornaram realidade. E o que o futuro nos reserva? Leia Mais >

4 funcionalidades que devem chegar em breve ao WhatsApp

Novidades prometem deixar o app mais atrativo, ainda que alguns recursos sejam polêmicos.

Quem é usuário beta do WhatsApp costuma receber as novidades previstas para o aplicativo de mensagens antes que os demais. Nos últimos meses o mensageiro tem liberado para testes diversos novos recursos que prometem deixar o app mais divertido e interessante, ainda que algumas destas novidades sejam um tanto quanto polêmicas. Em breve estas ferramentas devem ser liberadas para o público em geral. Veja abaixo quatro funcionalidades que devem chegar ao WhatsApp ainda este ano. Leia Mais >

10 dicas de segurança na internet para iniciantes

Confira as dicas que separamos para que você possa ter uma navegação tranquila e segura

20170111

Muitos de nossos visitantes pediram que separássemos algumas dicas para auxiliar na segurança de suas informações. Atendendo aos pedidos, decidimos em nossa última reunião de pauta, criar este post que traz 10 dicas básicas, porém eficazes, de como se comportar na internet e navegar tranquilo. Leia Mais >

Golpe no WhatsApp promete mostrar quem te adicionou; mais 260 mil já caíram

undefined

Quem tem celular com Android deve ficar alerta para o novo golpe no WhatsApp: cibercriminosos prometem mostrar quem adicionou seu número no app e, com isso, incentivam usuários a baixar aplicativos e compartilhar a “novidade” com amigos. Desse jeito, os criminosos ganham dinheiro. De acordo com a PSafe, mais de 260 mil pessoas já foram afetadas apenas nos primeiros quatro dias do ano.

Leia Mais >

^